Inadimplência em janeiro fica em 4,5% , diz Banco Central


A média diária de concessões de crédito livre caiu 10,2% no mês de janeiro em relação a dezembro de 2014, para R$ 12,6 bilhões, segundo o Banco Central. A alta nos últimos 12 meses até janeiro é de 5,4%. No crédito direcionado, a média despencou 36,9% na comparação mensal, levando à alta de 12 meses para 4,4%. Esse montante do crédito direcionado somou R$ 1,8 bilhão no mês passado. Quando se junta o crédito livre mais o direcionado, houve recuo de 14,7% em janeiro e alta de 5,2% em 12 meses até janeiro. O total das concessões diárias ficou em R$ 14,4 bilhões em janeiro.

A taxa de inadimplência no crédito livre ficou em 4,5% em janeiro, segundo o BC. Pela série atualizada hoje pela instituição, com novas informações sobre o segmento de cartão de crédito, o aumento na margem foi de 0,1 ponto porcentual. Considerando a nova metodologia, a taxa de inadimplência passou de 4,4% em dezembro do ano passado para 4,5% em janeiro. Pela série anterior, o dado de dezembro estava em 6,5%.

Para pessoa física, o calote diminuiu na margem de 5,5% no último mês de 2014 para 5,4% no primeiro de 2015. No caso das empresas, subiu de 3,4% para 3,5% de um mês para o outro. A inadimplência do crédito direcionado avançou de 1,0% em dezembro para 1,1% em janeiro deste ano. O dado que considera crédito livre mais direcionado mostra inadimplência de 2,9% no mês passado, ante 2,8% em dezembro de 2014.

No crédito livre para pessoa física, a inadimplência no crédito pessoal passou de 3,8% em dezembro do ano passado para 3,9% em janeiro. No cheque especial, recuou de 13,8% para 13,7% na comparação mensal. Na aquisição de veículos, a taxa permaneceu em 3,9% de dezembro para janeiro. No cartão de crédito, avançou de 7,4% para 7,5% na mesma comparação.

Deixe uma resposta

.footer-main { background:none; }